As doenças crônicas são doenças de longa duração que exigem medicação permanente, com doenças crônicas não graves e outras muito graves, portanto, o seguro de viagem será de extrema importância para mantê-lo calmo.

Geralmente, quando uma doença é definida como crônica, isso significa que é uma doença não curável. Por exemplo:

Insuficiência cardíaca, arritmia, asma, artrite, rinite, hipertensão.

Qualquer pessoa, independentemente da idade, que sofra de doença crônica, deve viajar com os medicamentos que toma e no valor que cobre todo o tempo de viagem.

IMPORTANTE: todos os medicamentos, principalmente aqueles adquiridos com receita médica, devem ser transportados na bagagem de mão, em suas caixas ou contêineres de origem.

RECOMENDAÇÃO: como em qualquer viagem podem ocorrer imprevistos, recomendamos viajar com todos os remédios em dose dupla, ou seja, um 'conjunto' na bagagem de mão e outro na bagagem de porão. Assim, em caso de furto ou extravio de bagagem, você sempre terá os medicamentos de que sua doença crônica necessita no dia a dia.

CONSELHOS: é imprescindível que o viajante leve junto com seus documentos de viagem, os dados do seu médico e detalhes dos medicamentos que toma com suas respectivas doses. Uma boa opção de segurança é colocar todas essas informações em algum formato eletrônico, para que possam ser visualizadas remotamente, se necessário.

Por fim, como precaução fundamental, os viajantes com doenças crônicas devem viajar com seguro médico internacional, pois só assim estarão 100% protegidos contra qualquer eventualidade.